Sport segura 0x0 com o Fluminense, no Rio, e segue fora do Z4


Ao sair do Z4, o Sport deixou de ser pedra para ser vidraça dos times que estão abaixo na tabela de classificação da Série A. Neste domingo (11), diante do Fluminense, no Maracanã, o Leão deu mais um passo importante para seguir à frente dos concorrentes na luta contra a degola. O time não venceu, mas o empate em 0x0 aumentou a invencibilidade no torneio para quatro jogos e manteve o clube na 16ª posição, com 37 pontos. Mesmo se a Chapecoense (19º) vencer na segunda (12) o Santos, no Pacaembu, os pernambucanos continuarão fora da zona por conta do critério de vitórias.

O Sport já entrou em campo sabendo que não poderia deixar a zona de rebaixamento no fim de semana – Vítoria (17º) ficou no 2×2 com o Bahia e o América/MG (18º) perdeu para o lanterna Paraná. Talvez por cona disso, os visitantes adotaram uma postura extremamente cadenciada. Um contraste com o ritmo veloz do Fluminense

Os pedidos de Milton Mendes para os rubro-negros colarem em Marcos Júnior tinham fundamento. Foi do atacante o lance mais perigoso dos cariocas, em conclusão na pequena área defendida por Maylson e bicicleta que acertou a rede pelo lado de fora. A primeira finalização do Leão saiu apenas aos 34 minutos, mas foi mais perigosa do que todas do adversário. Michel Bastos recebeu lançamento de Raul Prata e bateu colocado na trave.

As equipes vieram sem substituições do intervalo, mas o Sport do segundo tempo voltou mais aceso, principalmente com Mateus pelo lado esquerdo. Um Leão mais ofensivo também significou mais suscetível a contra-ataques. Foram várias as chances criadas pelo tricolor e os erros geralmente eram os mesmos, empilhando finalizações para fora.

Pressionando nos minutos finais, o Fluminense passou a insistir nas bolas aéreas. Aos 40, após falta, Luciano completou para o gol, mas a bandeira assinalou corretamente o impedimento e manteve o zero no placar.

Fluminense 0
Júlio César; Igor, Paulo Ricardo, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Jadson, Marcos Júnior (Cabezas); Júnior Dutra (Daniel), Everaldo (Mateus) e Luciano. Técnico: Marcelo
Oliveira.

Sport 0
Mailson; Cláudio Winck, Ernando, Adryelson e Raul Prata; Marcão, Jair, Gabriel (Neto Moura), Michel Bastos e Mateus Gonçalves (Rogério); Hernane Brocador (Andrigo).
Técnico: Milton Mendes.

Local: Maracanã (Rio de Janeiro/RJ).
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP). Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (ambos de SP).

Cartões amarelos: Gabriel, Claudio Winck (S)
Renda: R$ 85.355,00
Público: 12.256 torcedores