Quatro homens são autuados por forjarem suicídio de preso em Arcoverde


A Polícia Civil autuou em flagrante por homicídio quatro detentos do Presídio Advogado Brito Alves em Arcoverde. De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização, a morte de Maciel da Silva Sampaio, 25 anos, foi registrada na madrugada do último domingo para a segunda-feira. O corpo dele foi encontrado amarrado pelo pescoço e pendurado na grade de ferro da janela de uma das celas, dando a impressão de que a vítima teria cometido suicídio.A hipótese foi descartada pela polícia após a investigação preliminar, que concluiu que Maciel foi enforcado e morto por Jackson Policarpo Barbosa de Oliveira, 34 anos; José Williams Guilherme de Menezes, de 30; Adenildo Soares da Silva, 27, e José Tiago dos Santos, também de 27, que dormiam na mesma cela.O homicídio foi corroborado pela perícia realizada pelo Instituto de Criminalística no local do crime, além de contradições nos depoimentos dos suspeitos. Um deles confessou o assassinato. O inquérito está sendo conduzido pelo delegado de Homicídios do município, Walkis Pacheco.