Náutico é atropelado pelo Botafogo-PB e segue sem vencer na Série C


Belo foi superior durante os 90 minutos na Paraíba / Léo Lemos/Náutico

Belo foi superior durante os 90 minutos na Paraíba

Dominado na Paraíba, o Náutico perdeu mais uma vez para o Botafogo-PB na temporada. Neste sábado (21), os paraibanos atropelaram os alvirrubros por 4×0 no estádio Almeidão. Após duas rodadas na Série C, o Timbu segue sem vencer. Após maratona de jogos em 2018, com 30 partidas em pouco mais de três meses, a equipe agora terá uma semana livre para enfrentar o Atlético-AC, no dia 29, também pela Terceirona.

Mesmo com Wallace Pernambucano como centroavante, o Náutico voltou a produzir pouco em uma partida. Na etapa inicial, nenhum chute na barra. Pior: a defesa também começou mal e o Botafogo-PB abriu o placar logo aos cinco minutos. Pelo lado direito, Gedeílson passou por Kevyn e cruzou. Após bate-rebate na área, deixaram Marcos Aurélio, principal jogador do Belo, sozinho. O meia só teve o trabalho de chutar pro gol e abriu o placar no Almeidão.

Depois da blitz do Botafogo-PB, o Náutico até conseguiu equilibrar as ações e chegou com perigo aos 16 minutos. Robinho fez boa jogada pela direita e cruzou na área. Wallace Pernambucano chegou um pouco atrasado e bola atravessou perigosamente a área paraibana. Mas ficou por aí. Na etapa inicial, o Belo soube ter a posse da bola e administrar as ações sem sofrer riscos. Isolado na frente, Wallace Pernambucano sofreu com Rafael Assis apagado pela esquerda e o meio de campo sem conseguir criar.

Insatisfeito com o rendimento da equipe na etapa inicial, o técnico Roberto Fernandes voltou do intervalo com Tiago Costa e Júnior Timbó como novidades. Mas foi o Belo que teve a primeira chance. Aos nove minutos, após cruzamento de Marcos Aurélio, Nando desviou e Dico, livre na pequena área, não alcançou de cabeça. O Timbu respondeu no minuto seguinte. Negretti desarmou Marcos Aurélio e a bola sobrou para Wendel. Volante pegou de primeira e chutou por cima.

 No decorrer da etapa final, porém, o Botafogo-PB voltou a mostrar superioridade e matou o jogo aos 24 minutos com um golaço. Carlos Renato avançou pela esquerda e cruzou para um gol de bicicleta de Mário Sérgio. No final do jogo, o Belo ainda fez mais dois. Aos 31, Dico recebeu ótimo passe do meia Marcos Aurélio, tirou de Bruno e fez o terceiro. Com 48, o camisa 10 do Botafogo fez outro, de falta.

FICHA DE JOGO

(4) BOTAFOGO-PB
Saulo; Gedeílson, Walber, Lula e Carlos Renato; Rafael Jataí (Humberto), Rogério, Allan Dias e Marcos Aurélio; Dico (Mazinho) e Nando (Mário). Técnico: Leston Júnior.

(0) NÁUTICO
Bruno; Medina, Camutanga, Camacho e Kevyn (Tiago Costa); Negretti, Jobson e Wendel (Tharcysio); Rafael Assis (Júnior Timbó), Wallace Pernambucano e Robinho. Técnico: Roberto Fernandes.

Local: estádio Almeidão (PB). Árbitro: Marco Aurelio Ferreira (MG). Assistentes: Marconi Vieira e Douglas Almeida Costa (ambos de MG). Gols: Marcos Aurélio, aos 5 min do 1ºT; Mário, aos 24 min do 2ºT; Dico, aos 31 min do 1ºT, e Marcos Aurélio, aos 48 min do 2ºT. Cartões amarelos: Gedeílson, Jataí, Dico e Mário (B); Robinho (N). Cartão vermelho: Wallace Pernambucano (N).

O Campeão Pernambucano, levou uma goleada do Botafogo genérico,aqui é campeonatp brasileiro não é pernambuquinho não.que pisa nas alvirosas.