Médico mata ex-mulher e atualiza perfil do Facebook da vítima por sete meses para disfarçar o crime


Publicado por O Viral

Dr. Singh confessou ter cometido o crime, pois Rakhi estava chantageando-o por dinheiro e propriedade Foto: Reprodução/Internet

A que ponto um assassino pode chegar para enganar a polícia? Por essa você não esperava: Dr. Singh, um conhecido cirurgião, matou sua ex-esposa, Rakhi Srivastava, e continuou atualizando o perfil da mulher no Facebook por sete meses, para disfarçar o crime. Rakhi foi empurrada de um penhasco em Pokhra, no Nepal, pelo ex-marido e mais dois cúmplices.

O segundo marido de Rakhi, Manish Sinha, relacionamento posterior ao com Dr. Singh, foi quem denunciou o desaparecimento da moça no início de junho deste ano. Acontece que Manish acabou sendo preso para interrogatório por se tornar um dos suspeitos do crime.

Celular rastreado                        

No entanto, em outubro, a força-tarefa especial da Polícia da UP rastreou o telefone de Rakhi pelo qual a conta no Facebook era atualizada e chegou ao fim do mistério: o aparelho estava com o cirurgião, em Gorakhpur (Índia), onde ele tem uma clínica. Depois de matar a ex-mulher, Dr. Singh tomou posse do celular dela para manter o perfil atualizado durante meses.

Um corpo que estava desaparecido desde junho foi identificado pela polícia como o de Rakhi, logo depois da descoberta do verdadeiro crime. Dr. Singh confessou ter cometido o crime, pois Rakhi estava chantageando-o por dinheiro e propriedade.