Homem causa incêndio florestal em festa para revelar sexo de bebê


Explosão de confete azul rapidamente se converteu em chamas. O fogo acabou consumindo quase 20 mil hectares

As autoridades disseram que o homem usou uma substância altamente explosiva / Foto: HO / US FOREST SERVICE / AFP

As autoridades disseram que o homem usou uma substância altamente explosiva
Foto: HO / US FOREST SERVICE / AFP
AFP

Menino ou menina? Mais do que revelar o possível sexo do seu futuro bebê, um homem causou um maciço incêndio florestal nos Estados Unidos.

É cada vez mais popular neste país organizar festas para descobrir o sexo de um bebê que está a caminho e, neste caso, o futuro pai no Arizona (oeste) decidiu fazê-lo de forma bastante infeliz, ao disparar em um alvo que tinha as palavras “MENINO” e “MENINA”.

A agência florestal dos Estados Unidos revelou esta semana o vídeo no qual Dennis Dickey iniciou o fogo que acabou consumindo quase 20.000 hectares em abril de 2017.

O alvo estava localizado em um campo cheio de matagal. Dickey disparou, gerando primeiro uma explosão de confete azul que, rapidamente, se converteu em chamas.

As autoridades disseram que Dickey – um agente de patrulha fronteiriça – usou uma substância altamente explosiva.

“Comecem a recolher!”, ouve-se uma voz gritando assim que o incêndio se inicia.

Pai se declarou culpado

Em setembro, um tribunal ordenou a Dickey, que se declarou culpado pelo ocorrido, a pagar 8,2 milhões de dólares em restituição e o condenou a cinco anos em liberdade condicional.

O primeiro pagamento foi de 100.000 dólares e deve continuar com cotas mensais até completar o montante.

Dickey disse ao juiz que foi um “completo acidente”. Assim que o fogo começou, reportou aos bombeiros, que precisaram de uma semana para controlá-lo.

Nesta popular tradição, alguns futuros pais batem em uma bola de golfe que explode em rosa ou azul, ou cortam um bolo cujo recheio é da cor representativa do sexo, ou brindam com bebidas coloridas.