Filiações ao PT triplicam após prisão de Lula


“Os brasileiros são os latino americanos que menos confiam em partidos políticos, segundo o Latinobarômetro 2017, tradicio0nal pesquisa de opinião pública feita em 18 países da região” informa Luis Lima, em Época. “Filiação partidária é coisa rara. Nos últimos meses, no entanto, um ponto aparece fora da curava na esteira da crise avassaladora causada pelas revelações sobre a participação do partido n esquema de corrupção na Petrobrás, o impeachment de Dilma Rousseff e a prisão do ex-presidente Lula, o PT tem registrado aumento de filiações, Número de filiações fornecido pelo diretório nacional indicam que, depois de 5 de abril, dois dias antes da prisão de Lula a média de filiações diárias foi de 84 para 201”.