Adolescente ataca alunos em escola de Minas Gerais com arma e facão e deixa dois feridos


A intenção do jovem era tirar satisfações com duas garotas que teriam lhe negado relacionamento, segundo PM

Segundo a Polícia Militar, uma das vítimas levou um tiro no pescoço e a outra foi atingida no braço com o facão / Foto: Divulgação

Segundo a Polícia Militar, uma das vítimas levou um tiro no pescoço e a outra foi atingida no braço com o facão
Foto: Divulgação
Estadão Conteúdo

Dois estudantes foram feridos por arma de fogo e golpe de facão em um ataque a uma escola da Zona Rural de Caraí, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, na manhã desta quinta-feira (7). Segundo a Polícia Militar, uma das vítimas levou um tiro no pescoço. A outra foi atingida no braço com o facão.

Ambos os feridos foram levados para o hospital da cidade vizinha de Padre Paraíso. O agressor, um menor de 17 anos, foi apreendido.

De acordo com o tenente-coronel Fábio Marinho, do 19° Batalhão da PM, em Teófilo Otoni, responsável pelo policiamento em Caraí, o adolescente pulou o muro da Escola Estadual Orlando Tavares, no distrito de Ponto do Marambaia, armado com uma garrucha, um facão e uma réplica de arma de fogo. Em seguida, tentou invadir uma sala do primeiro ano do Ensino Médio.

Ainda segundo o tenente-coronel, a intenção do adolescente era tirar satisfações com duas garotas que teriam lhe negado relacionamento. Ao se aproximar da porta da sala, a professora e um aluno fecharam a porta. O invasor então disparou. O tiro atravessou a porta e acertou o pescoço do aluno.

Na saída, de acordo com a PM, o adolescente desferiu golpe de facão contra um aluno da escola que estava no pátio e não tinha qualquer envolvimento com a situação.

Investigações

O tenente-coronel informou que a participação de outro adolescente no ataque é investigada. As apurações envolvem ainda o acesso do menor à garrucha, que seria de seu pai.

Leia Também